Confira a seguir uma entrevista que a Claire concedeu para o site Fansided, na qual ela fala sobre os desafios de gravar Untitled Horror Movie em casa, fantasmas, a produção do filme, projetos futuros e muito mais.

Em 15 de junho, os fãs poderão assistir a Untitled Horror Movie, uma nova comédia de terror co-escrita por Luke Baines e Nick Simon (que também dirigiu), sobre um grupo de seis atores que se unem para fazer um filme de terror quando descobrem que seu programa pode estar prestes a ser cancelado. Enquanto tentam desenvolver um enredo atraente, eles invocam sem querer um espírito real apaixonado por violência.

Tivemos a oportunidade de conversar com Claire Holt, uma das estrelas do filme. Você provavelmente a reconhecerá de séries como The Vampire Diaries, The Originals e Aquarius. Holt também estrelou o filme de ataque de tubarão 47 Meters Down, então ela conhece o gênero de terror.

Uma das partes mais intrigantes deste novo filme é que todos os atores tiveram que se filmar, já que foi feito enquanto estávamos trancados no ano passado. Isso significa que cada estrela teve que fazer sua própria maquiagem, iluminação, som e trabalho de câmera. Conversamos com Holt sobre como ela conseguiu fazer os aspectos técnicos, sua própria opinião sobre o paranormal, seus projetos futuros e muito mais!

1428 Elm: Eu achei divertido, você interpretou vampiros, depois você fez 47 Meters Down com tubarões, e agora você está fazendo algo paranormal.

Claire Holt: É ​​o meu nicho, eu acho. É a única maneira que consigo um emprego, para interpretar um personagem sobrenatural ou algo paranormal. Eu interpretei um policial uma vez, na verdade, então talvez não seja tudo que eu posso fazer, mas é divertido. Eu amo isso!

1428 Elm: Você também é fã de terror?

Claire Holt: Então, eu sou o tipo de pessoa que assiste assim [mímica olhando por entre os dedos], tipo gosto de verdade. Eu amo terror sobrenatural, fantasmas, espíritos, essas coisas. Não sou tão boa com as coisas sangrentas, mas adoro.

1428 Elm: Você prefere Invocação do Mal do que Jogos Mortais?

Claire Holt: Invocação do Mal, sim! Amo Invocação do Mal e esse tipo de filme.

1428 Elm: Sobre Untitled Horror Movie, muitos personagens falam sobre as coisas típicas em filmes de terror ou discutem coisas no roteiro que não funcionariam. Existe algo nos filmes de terror que você odeia quando os personagens fazem?

Claire Holt: Sim, porque eu tento imaginar o que eu faria se ouvisse alguém lá fora. Mas eles sempre cortam as linhas telefônicas, não é? Não posso chamar a polícia.

1428 Elm: Eu no caso nunca subiria as escadas.

Claire Holt: Não! Não suba as escadas, muito estúpido, a menos que você tenha acesso para pular de uma varanda ou algo assim. E sempre tenha algo para se defender. Não ande por aí sem nada, e não vá abrindo portas à toa.

1428 Elm: Sua personagem no filme, Kelly, ela é a primeira que diz, “ok, há algo sobrenatural acontecendo aqui.” Você é assim na vida real? Você acredita em fantasmas e coisas assim?

Claire Holt: Sim, eu acredito. Eu realmente acredito. É engraçado porque às vezes eu to olhando para o monitor do quarto do meu filho e ele fica olhando para o teto e fica falando com as coisas, e eu fico tipo: “tem algum fantasma maldito no quarto do meu filho?” e meu marido: “você é louca, ele está falando sozinho, ele é uma criança.”

Mas eu juro que há algo, toda vez que ele está deitado e olhando. Então eu chego e pergunto: “Com quem você estava falando no monitor?” e ele fica tipo, “Oh, um fantasma.”

1428 Elm: Isso é reconfortante.

Claire Holt: Eu provavelmente sou dramática, e ele está apenas repetindo o que eu quero que ele diga, mas eles estão lá, caramba.

1428 Elm: Não, certo, eu não tenho filhos, mas quando vejo meus gatos olhando para algo que não consigo ver, tenho que verificar novamente.

Claire Holt: Certo, com certeza é um espírito, sem dúvida.

1428 Elm: Você pode me contar um pouco sobre como você se envolveu com UHM? Você era amigo de todos antes?

Claire Holt: Nem todo mundo. Eu conheci Kat [McNamara] antes, e Luke [Baines] tem sido um dos meus amigos mais próximos por quase dez anos, queria enfatizar isso. Sempre achei que ele era um escritor fenomenal e disse isso a ele. Eu disse: “Você está perdendo muitas oportunidades porque não está mostrando às pessoas o seu trabalho! Você é tão engraçado, tão inteligente, tão talentoso.”

Sempre fui uma grande fã de sua escrita, acho que foi em maio do ano passado, e estávamos todos presos, sem fazer nada. Eu estava grávida de seis meses, então tudo que eu fazia era sentar no sofá ou perseguir meu filho. E ele disse: “Escute, eu tenho este roteiro, eu o escrevi, você pode me dizer se não gostou. Sem pressão. Eu não quero que você sinta que tem que fazer isso, mas eu adoraria que você interpretasse Kelly, se estiver disponível. ”

E porque sempre fui fã do trabalho dele, sabia que seria bom, só não sabia se teria capacidade para fazer. Eu li e disse imediatamente: “Eu tenho que estar envolvida. É tão legal, é tão original, como nada que eu já li antes.”

Obviamente, seria um grande desafio porque tivemos que filmar sozinhos, e eu sou um péssima com a tecnologia e baguncei tudo. Não acredito que comecei a usar esse Zoom hoje em dia, para ser sincera.

Eu estava tão decidida a tentar e ver o que poderíamos fazer, e estou emocionada com o resultado, e estou tão ansiosa para que todos vejam. Não apenas porque estou muito orgulhosa de nosso trabalho, mas porque estou feliz que todo mundo vai ver o que Luke e Nick [Simon] foram capazes de criar juntos.

1428 Elm: É um filme tão divertido de assistir, mas eu sempre gosto de filmes neste formato, semelhante ao Unfriended, como Zoom ou webcams. Porque usamos isso o tempo todo! Especialmente agora, então é realmente empolgante.

Claire Holt: Exatamente! Não queríamos de fato falar sobre a pandemia porque as pessoas a estavam sentindo, e estavam nela e não precisavam ser lembrados dela. Nós pensamos, ok, como podemos filmar algo e torná-lo empolgante e interessante dentro das restrições em que estamos vivendo agora, mas sem mencionar o fato de que estamos passando por essa coisa terrível? Vamos tentar fazer as pessoas rirem.

1428 Elm: Qual foi a parte mais difícil de fazer isso, já que você mesmo estava filmando, e o que você pensou que seria difícil, mas na verdade acabou sendo muito fácil?

Claire Holt: Para ser justa, a parte mais difícil quando estávamos filmando foi a quantidade de diálogo que tivemos que aprender em um dia. Filmamos esse filme muito rápido. Filmamos em oito dias. Normalmente, você tem no máximo 10-12 páginas por dia, e tipo isso é o equivalente à um dia longo de gravação em qualquer projeto que fiz anteriormente. E estávamos fazendo de 20 a 25 páginas por dia.

É muito diálogo para entender e memorizar. Para mim, essa foi a parte mais desafiadora, especialmente porque quando estou grávida, não consigo pensar direito e meu cérebro não funciona corretamente [risos].

E o que eu pensei que seria tão desafiador foi o aspecto técnico, a iluminação e o som. Mas nosso Diretor de Fotografia Kevin [Duggin] fez um trabalho fenomenal. Ele e Luke fizeram esses vídeos tutoriais para nos mostrar como configurar as câmeras e nos explicar tudo e todos os ajustes do iPhone.

Na verdade quando acabou, no último dia em que estávamos filmando, estávamos todos bem experts nisso, sabíamos se a exposição estava um pouco errada ou se o som precisava aumentar, nós entramos no nosso ritmo. Sinto que agora, daqui para frente, tenho muito mais respeito por tudo o que acontece no cinema.

Normalmente, como ator, você apenas aparece e aprende suas falas e fica em uma marca. Você realmente não entende o que está acontecendo ao seu redor. Agora eu percebo que é um esforço gigantesco fazer tudo e é uma maneira legal de experimentar em primeira mão.

1428 Elm: Agora que estamos saindo lentamente da pandemia, você tem algum projeto em andamento?

Claire Holt: Na verdade, tenho trabalhado muito em uma área diferente da atuação. Estou projetando uma linha de roupas de banho e estou muito animada com o lançamento em breve. Eu investi em uma empresa de cuidados com a pele que acabou de lançar chamada fig1co.

É uma loucura que haja tanta coisa acontecendo agora fora do negócio do cinema, e eu nunca tive a oportunidade de explorar essas áreas da minha vida ou dos meus interesses. Me deu um gostinho de como é estar nos bastidores e ajudar a desenvolver ou construir algo.

Espero fazer mais no futuro, estou produzindo alguns projetos, e é para lá que espero chegar. Mas eu também acabei de ter meu segundo filho, isso te tira da rotina por um tempo, ter filhos. Vamos ver se eles me permitem voltar ao trabalho. Eu realmente adoraria em algum momento.

1428 Elm: Você sabe se tem mais algum vídeo mais longo de erros de gravação? Eu amei o que tem no final dos créditos. Foi tão engraçado, mas tão curto!

Claire Holt: Talvez, eu acho. Eu acho que tem um mais longo. Eu vou levar isso para eles. Para quem estiver ouvindo, var ter mais erros de gravação!

1428 Elm: Tenho certeza de que os fãs também vão adorar.

Claire Holt: Sim, especialmente porque foi feito de uma maneira tão legal e diferente. É divertido ver isso. Tem um documentário dos bastidores que mostra mais sobre.

Tradução e adaptação: Equipe Claire Holt Brasil

Status do site

NOME DO SITE: Claire Holt Brasil
DOMÍNIO: claireholt.com.br
ONLINE DESDE: 28 de Março de 2013
WEBMISS: Eduarda Oliveira
HOST: Flaunt Network | DMCA | Privacy Policy
CONTATO: contato@claireholt.com.br
STATUS: |